Análise da obra CAMINHOS CRUZADOS - Érico Veríssimo

Exercícios

Questão 01

   No livro Caminhos Cruzados, Érico Veríssimo cria personagens caricatos e os expõe em situações psicossociais que realçam essas caricaturas. Tomando por base esta afirmação, escreva um texto curto mostrando qual é o comportamento das personagens femininas Dodó Leitão Leiria, Maria Luísa e Laurentina em relação ao dinheiro.

 



Questão 02


Érico Veríssimo utilizou em seu livro “Caminhos Cruzados” a técnica do Contraponto que consiste em mesclar pontos de vista diferentes (do escritor e das personagens) com a representação fragmentária das situações vividas pelas personagens. Posto isso, responda:

A)  Qual a relação e o sentimento que o rico empresário Teotônio Leitão Leiria tem com o novo rico Cel. José Maria Pedrosa?


B)   Qual a relação e o sentimento que Teotônio Leitão Leiria tem com o desempregado e sonhador João Benévolo e a batalhadora Fernanda?




Questão 03


Considerando a leitura e o estudo que você fez do livro “Caminhos Cruzados” de Érico Veríssimo, assinale a afirmação abaixo que não corresponde a uma informação correta do livro.


A) O romance narra situações vividas pelas personagens em um período bastante curto. São apenas cinco dias, de sábado a quarta-feira. No entanto, ao longo da narrativa, aparecem várias situações resgatadas do passado destas personagens e que ajudam a elucidar os acontecimentos presentes.


B) No livro existe uma clara divisão entre as personagens ricas e pobres, que vivem em áreas distintas da cidade de Porto Alegre, nos anos 30 do século XX. Embora as ações dos ricos sejam, muitas vezes, responsáveis pelos dramas dos pobres, não há nenhuma relação vertical entre as personagens destas duas classes.


C) Noel e Fernanda vivem uma história de amor que remonta a época em que eram crianças e estudavam juntos. No final da narrativa, este amor, mesmo sem palavras, é declarado por parte de Noel e compreendido por Fernanda.



D) O professor Clarimundo Roxo vive em um quarto de pensão na Travessa das Acácias. Do seu quarto ele tem uma vista privilegiada que permite observar e analisar o comportamento dos vizinhos. Essa situação o inspira a criar uma personagem para o romance que pretende escrever (O Homem de Sírio), como fica evidenciado no prefácio de seu livro, iniciado no final da narrativa.


E) Não existe um núcleo central e nem desfechos plenos para as narrativas. Todos os dramas delineados permitem a imaginação, por parte do leitor, de sua continuidade.

 


Questão 04

 

Observe as afirmações abaixo sobre o livro “Caminhos Cruzados” de Érico Veríssimo


I.               Este livro, publicado em 1935, pertence ao neorrealismo regionalista, onde são retomadas as características de análise crítica da sociedade que marcaram os romances da segunda metade do sec. XIX, somadas a apresentação de realidades regionais brasileiras até então desconhecidas do grande público.


II.             Além da crítica e denúncia da exploração do trabalho dos pobres, representado na figura do empresário Leitão Leiria, outros aspectos negativos da alta burguesia também são apontados, como a ostentação do Cel. José Maria Pedrosa, a futilidade do boa vida Salu e a ociosidade solitária e infeliz de Virgínia, esposa do comerciante Honorato Madeira.



III.           A única personagem do núcleo dos pobres que, justamente por sua profissão, não tem contato com o núcleo dos ricos é a prostituta Cacilda.



Está correto o que se afirma em


a) I, somente.

b) II, somente.

c) II e III, somente.

d) I e II, somente.

e) I, II e III.


Questão 05

Unicamp-2017

“São Francisco botava o dedo nas feridas dos leprosos. Mas é que ele era um santo, fazia milagres, e ela é simplesmente Doralice Leitão Leiria, um ser humano como qualquer outro.”

(Érico Veríssimo, Caminhos cruzados. São Paulo: Companhia de Bolso, 2016, p.77.)

“ – Queres seguir a política? Então? Procura imitar Bismarck! Haverá padrão melhor?”

(Idem, p. 290.)

Os fragmentos acima captam um dos traços principais de Caminhos cruzados no que diz respeito à identidade narrativa das personagens. Considerando o conjunto do romance, tal traço consiste em uma

A)   percepção de que a necessidade de status na vida social e a produção de desejos políticos e religiosos nascem da cópia de um modelo consagrado. 

B)    afirmação, por meio do narrador, da necessidade de protagonistas bem construídos para o êxito da narrativa ficcional.

C)    recusa dos modelos bem sucedidos na vida social, pois eles constrangem a imaginação artística e moral dos romancistas. 

D)   representação literária da condição humana, que não necessita de figuras imaginárias para atribuir sentido à vida religiosa e política.


Questão 06

Unicamp-2018


O título do romance Caminhos cruzados, de Érico Veríssimo,

A)   alude às dificuldades vividas pelas personagens mais representativas da elite urbana, além de sugerir que nenhum homem é uma ilha. 

B)    sugere que a vida social das personagens é constituída pelo conjunto de relações econômicas e psicológicas dos indivíduos. 

C)    remete à técnica narrativa do romance, no qual várias histórias são relacionadas, sem o estabelecimento de um protagonista principal. 

D)   simboliza as relações de poder da classe burguesa emergente e o seu desejo de controlar a conduta ética da sociedade.


Materiais complementares